28/12/2021 17h54 - Atualizado em 28/12/2021 17h54

Desde o dia 11 de novembro, Santa Fé do Sul não regista óbitos por complicações da Covid 19

81,01% da população já tomou a segunda dose; Leitos de UTI-Covid da Santa Casa serão descredenciados a partir do dia 31 de dezembro.

Santa Fé do Sul que tem uma população de 32.796 pessoas, já aplicou um total de 62.309 até 27 de dezembro.

Desde o início da vacinação, 27.391 pessoas receberam a primeira dose, que representa um total de 83,51% do município.

Der acordo com o vacinômetro da Prefeitura, 26.571 pessoas completaram o ciclo vacinal, 81,01% e a terceira dose, já foram vacinados 8.347 – 25,45% da população.

Óbitos

A Secretaria Municipal de Saúde da Estância Turística de Santa Fé do Sul registrou o último óbito por Covid-19 no dia 11 de novembro, de uma pessoa do sexo masculino, 73 anos, portador de comorbidades, que faleceu por complicações de Covid-19 e que estava em tratamento no Hospital Beneficência Portuguesa, em São José do Rio Preto, já são 47 dias sem mortes por complicações da Covid 19.

Casos ativos de Covid 19

Neste dia 28 de dezembro, o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde registra 21 pacientes em investigação, e aguardam os resultados dos exames em isolamento domiciliar e 07 pessoas que testaram positivo, estão com sintomas leves da doença e também permanecem em tratamento domiciliar.

Santa Casa

Não há registros de internações em hospitais.

A Santa Casa de Santa Fé do Sul já divulgou que a partir do dia 1 de janeiro, irá descredenciar os 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes com o Covid, em estado grave da doença. A medida foi anunciada no início de dezembro em razão da inexistência de necessidade de internação de pacientes a quase 60 dias. Os casos graves, que por ventura existirem, deverão ser encaminhados para o HB de São José do Rio Preto. O Hospital anunciou ainda que haverá dois leitos de UTI e dois de enfermaria, para atender casos de emergência de pacientes da Comarca de Santa Fé do Sul. Os 10 leitos SUS custavam R$480 mil por mês, e era bancado pelo Ministério da Saúde.