06/01/2020 09h03 - Atualizado em 06/01/2020 09h04

Estradas de São Paulo matam 75 pessoas nos feriados de Natal e o Ano Novo.

1.400 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool.

Somente no feriado do Natal, na Operação que terminou no dia 27 de dezembro, 43 (quarenta e três) pessoas morreram nas rodovias paulistas. Segundo dados fornecidos pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv), ao todo foram 493 acidentes registrados com vítimas entre 0h do dia 20 e 24h do dia 26 de dezembro, 43 pessoas morreram nas estradas de São Paulo, sendo em decorrência de colisões (23 casos) e de atropelamentos (9).


No Nnatal conforme divulgou a PMRv, as autuações por excesso de velocidade totalizaram 43.587; 672 motoristas foram flagrados sob efeito de álcool ou de outras substâncias e 1.655 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) foram apreendidas.

Ano Novo
No balanço da Polícia Militar de São Paulo, no feriado de Ano Novo 32 pessoas morreram e 115 ficaram feridas gravemente em acidentes provocados nas rodovias paulistas durante a Operação Ano Novo. As ações ocorreram entre os dias 27 de dezembro (sexta-feira) e 02 de janeiro. De acordo com o balanço, foram registrados 428 acidentes com vítimas no estado. Do total de óbitos, 13 ocorreram em decorrência de colisões, cinco por tombamentos e cinco por atropelamentos.


Autuações
Durante a Operação Ano Novo 2020, a polícia fez 87.961 autuações por infrações de trânsito, sendo que a maioria foi por excesso de velocidade (40.562 casos). A segunda maior ocorrência foi pela não utilização de cinto de segurança (11.083 casos). A polícia rodoviária também flagrou 772 motoristas dirigindo sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas.

Houve também a prisão de 68 pessoas em flagrante e a recaptura de 34 procurados pela Justiça.