14/08/2019 17h05 - Atualizado em 14/08/2019 17h05

Santa Fé do Sul / Festa do Peixe 2019 - reunião desta quinta-feira (15) definirá comissão e formato

Prefeitura manterá apoio com recinto e limpeza do local. Entidades terão mais autonomia para definir moldes da Festa
Os representantes das entidades interessadas em participar da III Festa do Peixe de 2019 se reuniram nesta semana para discutir a viabilidade da realização do evento. Estiveram presentes representantes da Igreja Batista, Pastoral Social (Igreja Católica), Rotary Club, Lar dos Velhinhos e Santa Casa de Misericórdia.
 
Paula Topan, Secretária de Cultura confirmou que a previsão da realização da Festa do Peixe está marcada para a segunda quinzena de setembro, no no Recinto de Exposições Dr. Rodolfo Abdo (Ficcap) com entrada é gratuita. O Secretário de Alex Sandro também participou do encontro.
 
Mais autonomia na organização para entidades
Uma nova reunião vai acontecer nesta quinta-feira (15), onde se pretende montar uma Comissão Organizadora com membros das Entidades e da Prefeitura através de suas Secretarias que manterá o apoio ao evento, oferecendo o recinto e o suporte na limpeza do local, e portanto a autonomia maior da organização será repassado para as entidades.
 
As negociações com fornecedores de bebidas e outros produtos para a realização da Festa do Peixe ficará a cargo das entidades que irão explorar a Praça de Alimentação.
Paula Topan reiterou que as entidades também ficarão responsáveis pela venda de espaços publicitários, e de auferir as receitas para cumprirem com as despesas na contratação de mão de obra, estrutura de palco e som e atrações artísticas do evento.
 
"A Prefeitura será parceira do evento, mas não arcará com essas despesas e as receitas também ficarão sob a responsabilidades desta Comissão que arcará com as principais despesas do evento", explicou Topan.
 
Nesta quinta-feira (15) será definida a Comissão e as funções dos membros que organizarão a III Festa do Peixe.
 
"As dificuldades financeiras do caixa da Prefeitura não permitirá um investimento maior como nos dois primeiros anos, onde arcou com os maiores custos do evento. Mas segundo Paula Topan, Secretaria de Cultura "a qualidade da Festa do Peixe será mantida e será um sucesso com certeza!"