17/05/2019 11h10 - Atualizado em 17/05/2019 11h29

Santa Fé do Sul / Hospital e Médicos ainda não entram em acordo sobre valores dos Plantões

Proposta de R$90,00 a hora/medica não atende reivindicações dos profissionais da Santa Casa. Atendimentos podem ser suspensos a qualquer momento.

Terminou por volta das 10h00m uma reunião entre os médicos do Corpo Clínico do hospital e os administradores para tentarem negociar um reajuste na hora/medica dos plantões da unidade de saúde, me não houve acordo entre as partes.
Segundo apurado pelo informamais, a proposta de reajuste apresentada pela administração foi de R$90,00. Atualmente o valor pago é de R$80,00. 
Na reunião os médicos apresentaram uma pesquisa de valores de mercado desde São José do Rio Preto até Aparecida do Taboado (MS) e Três Lagoas (MS) que demonstrou uma média de R$100,00 a R$110,00 a hora dos plantões.

Os médicos não aceitaram a proposta do hospital e provavelmente vão suspender alguns atendimentos na unidade de saúde nas próximas horas desta sexta-feira.
Um dos médicos presentes na reunião também esclareceu que os casos de emergência serão mantidos, porém casos de menor gravidade serão remetidos pata a UPA de Santa Fé do Sul. “Pacientes com dores no peito, crise agudas de respiração, em paradas cardíacas ou acidentes graves serão atendidos no Pronto Atendimento”, garantiu um dos representantes dos médicos da Santa Casa.

A defasagem dos valores dos plantões médicos.

Há cinco sem reajuste e há cerca de dois anos sem receber a produtividade médica dentro do hospital, os médicos da Santa Casa de Santa Fé do Sul iniciaram as negociações com o Hospital e a Prefeitura da cidade há 15 dias.

Nesta semana eles informaram as partes que se não houvesse uma proposta oficial os atendimentos iram ser paralisados.

Até o momento o atendimento está normalizado, mas há a partir de agora pode haver suspensão de alguns serviços médicos.

Os profissionais reclamam que estão sem reajuste desde 2014 e atualmente recebem R$80,00 pelos serviços. Se possível os médicos pedem a equiparação aos atuais valores pagos pelo Consagra aos médicos da UPA que é de R$120,00 ou mesmo uma oferta dentro da pesquisa de mercado apresentado na reunião desta sexta-feira.
Além de cinco anos sem receber o reajuste reivindicado, os médicos também estão sem receber a produtividade há mais de um ano. Produtividade são valores dos serviços prestados para pacientes de convênio que não estariam sendo repassados para os médicos. Informações extraoficiais dão conta de que está dividida já ultrapassa R$1 milhão de reais.

Prefeitura de Santa Fé do Sul

O prefeito de Santa Fé do Sul Ademir Maschio disse que já se comprometeu em reajustar em R$30 mil o repasse mensal para o hospital de R$150 mil para R$180 mil a partir de junho.
Ademir retirou que agora quem deve fazer se acertar com os médicos são os dirigentes do hospital.
Mesmo assim o prefeito deixou transparecer que terá dificuldades para cumprir o compromissou de elevar em mais R$30 mil o repasse por conta das condições econômicas do município que apresenta queda na arrecadação e aumento das despesas obrigatórias.

O Prefeito rebateu as criticas que vem recebendo por contratar show artísticos no aniversário da cidade, no dia 23 de junho, durante a FICCAP. Fernando & Sorocaba se apresentarão pelo contrato de R$200 mil.

Ademir Maschio esclareceu a polêmica com contrato do show de aniversário da cidade durante a FICCAP 2019 no0 dia 23. Para os críticos do alcaide esse dinheiro deveria ser aplicado na saúde outros serviços essenciais.
Ademir disse que está economizando R$54,7 mil com a terceirização da FICCAP 2019, e explicou que o valor que será pago para a dupla, a prefeitura recebeu da empresa Kali Eventos, vencedora da licitação a importância de R$104,7 mil e em 2019 a Prefeitura vai gastar R$95,3 mil com um show de qualidade, valor bem inferior aos gastos dos anos anteriores.
Para Ademir o governo municipal atual que já repassou cerca de R$4 milhões para o Hospital nos últimos dois anos e cinco meses, também entende que a população também precisa de lazer e entretenimento e estamos mantendo a FICCAP de portões abertos para a população mesmo de forma terceirizada. “Estou gastando muito menos com a FICCAP”, disse o prefeito.

Unilab - Laboratório 
Um problema com o aparelho de gasometria que está necessitando de manutenção não atrapalha por enquanto os serviços do laboratório Unilab que presta serviços para a Santa Casa e de acordo com os funcionários todos os pacientes estão sendo atendidos normalmente neste momento.
Um documento oficial assinado pela médica responsável do laboratório informa que o aparelho de gasometria deverá entrar em funcionamento até o dia 20, segunda feira.