28/12/2018 12h45 - Atualizado em 20/01/2019 09h50

Upa de Santa Fé do Sul registra quase 60 mil atendimentos em 2018

Desde quando inaugurou em 2014, Unidade aumentou em mais de 11 mil atendimentos por ano. Orçamento do Consagra em 2019 será de R$8,3 milhões

Consórcio Público Intermunicipal dos Grandes Lagos (Consagra) que inaugurou no dia 15 de janeiro de 2014 a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “Dr. José Roberto Lopes Ferraz” para atender a população dos municípios de Santa Fé do Sul, Três Fronteiras, Santa Rita D’Oeste, Nova Canaã Paulista, Rubinéia e Santa Clara D'Oeste, divulgou o balanço de atendimentos em 2018.

O Modelo da UPA de Santa Fé do Sul atende os pacientes com dois Médicos Plantonistas 24 horas, Enfermeiros(as), Técnicos em Enfermagem, Atendentes, Farmácia, Assiste Social, Leitos Climatizados, Exames Laboratoriais e Aparelho de Raios-X.

Segundo a Diretora Administrativa do Consórcio Público, Nathalie Gimenez até o dia 27 de dezembro foram realizados 59.729 atendimentos na UPA/24 Horas, quase 11 mil atendimentos a mais em relação ao primeiro ano de funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento, que foi inaugurado no segundo ano de mandato do Prefeito Armando Rossafa Garcia. Em 2014, a UPA registrou 48.217 atendimentos.

A média de atendimento em 2018 foi de 4.980 por mês, 166 por dia e um registro de sete atendimentos por hora.

Em 2014, a média de atendimento por mês foi de 4.020 por mês, 134 por dia e quase seis atendimentos por hora.

Orçamento para 2019

A equipe administrativa do Consagra, que tem a presidência do Prefeito de Santa Fé do Sul, Ademir Maschio concluiu que o orçamento financeiro para 2019 será de R$8.368.161,00, custos estimados para a manutenção da prestação dos serviços do Consórcio das Prefeituras que são a UPA, SAMU-192 e CasaLAr, este último que atende crianças em situação de vulnerabilidade dos municípios pertencentes ao Consagra: Santa Fé do Sul, Três Fronteiras, Santa Rita D’Oeste, Nova Canaã Paulista, Rubinéia e Santa Clara D'Oeste. A CasaLar foi criada após a assinatura de um TAC – Termo de Ajuste de Conduta com o MP – Ministério Público.

O custo mensal dos serviços prestados pelo Consagra (UPA, SAMU, CasaLar) é de R$697.346,75.

O Consagra aguarda a homologação do Ministério da Saúde para o SAMU Regional de Santa Fé do Sul que ainda não está recebendo recursos públicos federais. Segundo Nathalie Gimenes o custo anual está avaliado em R$157.500, 00, um total de R$13.125,00 por mês, custos bancados integralmente pelas prefeituras na região. Em recente viagem à Brasília o prefeito Ademir, entregou um ofício ao Ministro da Saúde para a liberação destes recursos.

Principais despesas

Dentre as principais despesas, 8,4% do orçamento total de 2018, estão sendo destinados para a Santa Casa o montante de R$ 1.542.637.00, para bancar custos com plantões médicos, hemocentro e UTI móvel.

A UPA custará para o consórcio em 2019 R$5.670.291,00, mas o governo Federal repassará o montante de R$2.040.000,00, restando para os seis municípios a despesa de R$3.630.291,00.

Os seis municípios do Consagra ainda bancam outras despesas como da Casa Lar Regional (R$425.438,00), SAMU (R$157.500,00) e Psiquiatria (R$82.500,00). O Consagra atualmente também responde por alguns exames realizados pelo AME.

A Folha de Pagamento anual é em torno de R$1.3 milhão. Exceto os contratos terceirizados, inclusive a contratação dos profissionais médicos e da limpeza.

Fontes de Recursos

Para 2019, as receitas previstas estão concentradas para o município de Santa Fé do Sul que arcará com 66% do rateio das despesas com a UPA (R$2.395.992,00), os 34% restante serão rateados pelos outros cinco municípios (R$1.234.299,00).

No início de 2018, o rateio das despesas do Consagra feito entre os municípios da região estava previsto em R$4.543.239,00.

Coube aos municípios destinar os seguintes valores para manter principalmente a UPA em funcionamento. Nova Canaã Paulista R$233.102,00, Rubinéia R$280.515,00, Santa Clara D’Oeste R$233.102,00, Santa Fé do Sul R$2.954.977,00, Santa Rita D’Oeste R$280.515,00 e Três Fronteiras R$561.028,00. O Rateio é feito de acordo com o número de habitantes de cada município.

O Ministério da Saúde destina R$170 mil mensalmente para custear parte das despesas da UPA, um montante em 12 meses de R$2.040.000,00.

Equipe do Consagra.

Para manter as prestações dos serviços públicos, integram o CONSAGRA 71 funcionários, além dos contratados de forma terceirizados, 04 operadores do Raio X, 13 na limpeza e portaria,11 médicos terceirizados, 05 SAMU que foram cedidos pelo município de Santa Fé do Sul e 03 no setor administrativo também cedidos pelas administrações municipais.